Tudo sobre DRM nos ebooks

Leia, no link abaixo, um artigo muito interessante sobre o que é a Gestão de Direitos Digitais e como se aplica aos livros digitais.

http://editoraplus.org/blog/quem-ama-bloqueia-tudo-sobre-drm-em-e-books/

Um extracto:

"DRM é uma sigla para Digital Rights Management, ou Gerenciamento de Direitos Digitais em tradução livre.
Vamos pensar em livros “físicos”, impressos, por um momento. Um livro impresso você pode emprestar e vender. Mas quando você faz isso, fica sem o livro. Com os e-books, isso não acontece. E-books são apenas arquivos eletrônicos que podem ser copiados inúmeras vezes e passados adiante inúmeras vezes. O DRM foi planejado e criado para prevenir a cópia ilimitada de um arquivo eletrônico (embora alguns consumidores de e-books também reparem que é uma mão na roda para as empresas “trancarem” os e-books dentro das suas próprias marcas).
O DRM designa para os e-books vários “direitos”, determinados pela editora ou pelo vendedor. Alguns podem ser lidos em mais de um aparelho ao mesmo tempo. Outros permitem cópia parcial, outros podem até permitir impressão. Alguns só podem ser baixados poucas vezes, outros apenas uma única vez. Simplificando: o DRM restringe o que você pode fazer com um e-book, de acordo com o que a editora ou o vendedor determinam. Nem todos os formatos de e-book suportam DRM, e diferentes formatos de e-book suportam tipos diferentes de instruções definidas pelo DRM.
Qualquer livro com DRM não pode ser convertido para outro formato, porque não há maneira de se remover o DRM. Por isso, o DRM impede a conversão de e-books. Se você compra um e-book em PDF ou ePub com DRM, ou um livro do Kindle, não poderá converter eles para outros formatos. Você pode ficar tentado a remover o DRM usando softwares e scripts fornecidos por hackers e crackers… mas isso é ilegal. Não incentivamos, nem recomendamos que qualquer pessoa faça isso.
Agora que o DRM foi tratado de forma objetiva, vamos a um pouco de análise e opinião."

Ler mais:
http://editoraplus.org/blog/quem-ama-bloqueia-tudo-sobre-drm-em-e-books/

ePub no Kindle - Rumores continuam

De acordo com o blogue "Futurebook" a Amazon terá dito a editores americanos que irá aceitar ficheiros no formato ePub no futuro próximo e que irá igualmente permitir que o kindle leia ficheiros em ePub.

Este passo iria igualmente facilitar o acesso aos utilizadores do Kindle aos livros da bibliotecas americanas em formato digital, o que é um factor importante na massificação do Kindle nos Estados Unidos.

Leia o artigo completo aqui:

"Amazon's astonishing move into ePub"

Momento histórico - Vendas de ebooks ultrapassam vendas de livros em papel, na Amazon

Como anuncia o jornal Público esta quinta-feira,


"Pela primeira vez, a venda de livros electrónicos da Amazon ultrapassou a venda de livros em papel. Por cada 100 edições impressas, o site vendeu 105 electrónicas.

O anúncio foi feito esta quinta-feira, num comunicado da Amazon que, como é habitual, não revela números exactos das vendas. A Amazon frisa que o rácio não tem em conta os livros electrónicos gratuitos e que o total de livros electrónicos suplantou o das edições impressas mesmo tendo em conta que algumas obras ainda não estão disponíveis em formato digital."

Veja o artigo completo aqui.

Saiba mais sobre o

Kindle na Amazon.com (Estados Unidos) - se quer comprar para entrega em Portugal, Brasil, e no resto do mundo


Kindle na Amazon.uk (só entrega no Reino Unido)


Kindle na Amazon.de (entrega na Áustria, Alemanha e Luxemburgo)

O comunicado da Amazon:



Amazon.com Now Selling More Kindle Books Than Print Books


Kindle with Special Offers for only $114 is already the bestselling member of the Kindle family
SEATTLE, May 19, 2011 (BUSINESS WIRE) --
(NASDAQ:AMZN)--Amazon began selling hardcover and paperback books in July 1995. Twelve years later in November 2007, Amazon introduced the revolutionary Kindle and began selling Kindle books. By July 2010, Kindle book sales had surpassed hardcover book sales, and six months later, Kindle books overtook paperback books to become the most popular format on Amazon.com. Today, less than four years after introducing Kindle books, Amazon.com customers are now purchasing more Kindle books than all print books - hardcover and paperback - combined.

"Customers are now choosing Kindle books more often than print books. We had high hopes that this would happen eventually, but we never imagined it would happen this quickly - we've been selling print books for 15 years and Kindle books for less than four years," said Jeff Bezos, Founder and CEO, Amazon.com. "In addition, we're excited by the response to Kindle with Special Offers for only $114, which has quickly become the bestselling member of the Kindle family. We continue to receive positive comments from customers on the low $114 price and the money-saving special offers. We're grateful to our customers for continuing to make Kindle the bestselling e-reader in the world and the Kindle Store the most popular e-bookstore in the world."
Recent milestones for Kindle include:

  • Since April 1, for every 100 print books Amazon.com has sold, it has sold 105 Kindle books. This includes sales of hardcover and paperback books by Amazon where there is no Kindle edition. Free Kindle books are excluded and if included would make the number even higher.
  • So far in 2011, the tremendous growth of Kindle book sales, combined with the continued growth in Amazon's print book sales, have resulted in the fastest year-over-year growth rate for Amazon's U.S. books business, in both units and dollars, in over 10 years. This includes books in all formats, print and digital. Free books are excluded in the calculation of growth rates.
  • In the five weeks since its introduction, Kindle with Special Offers for only $114 is already the bestselling member of the Kindle family in the U.S.
  • Amazon sold more than 3x as many Kindle books so far in 2011 as it did during the same period in 2010.
  • Less than one year after introducing the UK Kindle Store, Amazon.co.uk is now selling more Kindle books than hardcover books, even as hardcover sales continue to grow. Since April 1, Amazon.co.uk customers are purchasing Kindle books over hardcover books at a rate of more than 2 to 1.

Kindle offers the largest selection of the most popular books people want to read. The U.S. Kindle Store now has more than 950,000 books, including New Releases and 109 of 111 New York Times Best Sellers. Over 790,000 of these books are $9.99 or less, including 69 New York Times Best Sellers. Millions of free, out-of-copyright, pre-1923 books are also available to read on Kindle devices. More than 175,000 books have been added to the Kindle Store in just the last 5 months.

All Kindle Books let you "Buy Once, Read Everywhere" - on all generation Kindles, as well as on the largest number of devices and platforms, including iPad, iPod touch, iPhone, Mac, PC, BlackBerry, Windows Phone, Android-based devices, and soon HP TouchPads and BlackBerry PlayBooks. Amazon's Whispersync technology syncs your place across devices, so you can pick up where you left off. With Kindle Worry-Free Archive, books you purchase from the Kindle Store are automatically backed up online in your Kindle library on Amazon, where they can be re-downloaded wirelessly for free, anytime."



_______________________________________________________________________
Livros em Português para iPad, iPhone, Kindle e Android:

Rumor - Livros ePub no Kindle?

O site americano Goodereader avançou esta quarta-feira, 18 de Maio que a Amazon está a ser pressionada para que o Kindle possa ler, e permitir a compra de ficheiros ePub com DRM, o que permitiria a compra de livros para o Kindle em qualquer loja electrónica que não a Amazon...

Não sei se será verdade ou não mas....
aqui fica o link para a notícia:

http://goodereader.com/blog/tablet-slates/amazon-to-allow-epub-ebooks-on-the-kindle-e-reader/