Kindle - Envio de amostras, iPhone, iPod, Calibre e Stanza

Grato a todos  pelos links.

Quanto à Eduarda, agradeço a mensagem e... vamos por partes:

1. Relativamente ao envio das amostras, se reparar bem, exactamente sob o botão na Kindle store que diz "Send sample now" surge "Deliver to" e depois um menu de lista pendente onde são apresentadas as diferentes plataformas Kindle que registou na sua conta Kindle. Eu por exemplo tenho "Jose's Kindle", "iPhone de Jose", "Jose'e Kindle for PC", etc. Pode ter até 5 dispositivos. Nesse menu escolhe pois o dispositivo/suporte para onde deseja enviar a amostra, pois ela não vai automaticamente para todos os locais.

2. A segunda questão é mais complicada e a resposta mais imediata é: com o software do Kindle não é possível. Só se sincronizam "over the air", pois estão guardados na nossa conta nos servidores da Amazon, os livros que comprámos nessa livraria.

Por outro lado, através de uma ligação com fios é fácil a passagem dos livros não-Amazon do PC para o Kindle, basta "cortar" e "colar", pois o Kindle surge para o PC como um "disco amovível". Aliás é esse "cortar e colar" é também a forma de colocar música no Kindle. Ou então pode utilizar o software Calibre e enviar esses ficheiros de forma mais sistemática e ordenada.

Mas, voltando à sua questão, e porque os iPhone iPod têm sistemas de ficheiros "fechados" há uma solução que passa pela utilização de outro software. Já experimentei com o iPhone e funciona mesmo.

A solução é utilizar o software Calibre, no PC e a aplicação Stanza na App Store da Apple.

A explicação completa sobre como pode ler no iPhone/Ipod Touch os seus livros está aqui, em inglês:
http://www.mobileread.com/forums/showthread.php?t=42023&highlight=calibre+stanza+iphone

Eu experimentei ontem mesmo e resulta. Os livros são transferidos do seu PC para o iPhone/iPod e podem depois ser lidos "offline". No momento da transferência convirá que os dois equipamentos estejam na mesma rede sem fios. Em resumo o Calibre cria um endereço de web "http://etc...:8080" com toda a sua biblioteca (Função Content Server); depois no Stanza introduz esse endereço (que o Calibre lhe dá) e vai pois encontrar esses livros. Para ler no Stanza convirá converter os livros previamente para epub (o Calibre faz isso de forma simples).

Se virem necessário na próxima semana tentarei traduzir aquelas instruções passo a passo.

Google Books no Kindle - Livros gratuitos e convertidos para formato Kindle

Acabei de descobrir um site que disponibiliza para download gratuito livros existentes no formato epub no Google Books.

É um projecto muito interessante, os livros, gratuitos e que se encontram no domínio público (isentos de direitos de autor) podem ser importados para o seu PC ou Mac e depois enviados para o Kindle, sem qualquer custo.

Os livros estão em formato "mobi", um dos formatos lidos pelo Kindle, não necessitam pois de conversões adicionais e pode aceder aos mesmos a partir deste link http://www.retroread.com/search/

Basta clicar nas "setas" para fazer o download.

.

Livros Kindle - Raising Jake, de Charlie Carillo

Comprei este livro na Kindle Store depois de uma busca pelos comentários dos leitores. Este era dos livros melhor pontuados e, depois de ler algumas críticas, importei uma "amostra" ("sample") que permite ler 1 ou 2 capítulos do livro. Fiquei surpreendido, gostei de imediato do estilo divertido e inteligente e do ritmo da escrita. O livro "prende" mesmo, pelo história, pelo humor e pela boa escrita.

É um inglês (americano) fino, bem humorado e é uma história de um fim de semana "diferente" e revelador de um pai e um filho no final da adolescência. Gostei mesmo. Fica a sugestão.


Criar Colecções no Kindle - Como funciona

Apesar de a actualização de software (versão 2.5) apenas ficar disponível no final do mês, a Amazon já mostra como funciona a nova opção de criação de pastas, ou colecções no Kindle.

Assim, e resumindo, a partir da nova actualização de software vai ser possível criar pastas de forma totalmente livre e organizar melhor os livros no Kindle. Parece ser um processo muito simples e prático.

Veja aqui as imagens do ecrã do Kindle sem colecções e com colecções:

      

O link com a informação na página da Amazon está aqui:

Colecções no Kindle

Tal como o leitor Abel aventava um mesmo livro pode pertencer a mais que uma colecção, daí não se falar em "pastas" mas sim em "colecções". Na verdade são uma espécie de "tags" aplicadas a um livro, que permitem que um mesmo livro esteja em mais que uma colecção. E mesmo que apaguemos uma colecção por lapso, nunca apagamos os livros que estão "dentro" delas; nesse caso os livros voltam para o ecrã "geral".