Conversão de PDFs para o Kindle - Kindle para Mac e PC

Um leitor anónimo fez algumas perguntas a que tenho tentado dar resposta nos últimos tempos e a sua principal dúvida (em termos até de “decisão de compra do Kindle”) tinha a ver com o facto de ser possível ou não converter para uma leitura confortável no Kindle os inúmeros livros em PDF disponíveis na web.

 A resposta, em geral, é positiva, ou seja, é possível converter com qualidade a grande maioria dos ficheiros web disponibilizados em formato PDF.

Além disso, no Kindle DX é possível ler esses mesmos livros em formato PDF sem qualquer conversão, tendo em conta que o Kindle DX tem um ecrã de 9,7 polegadas.

Bom, mas voltando à conversão de PDF para o formato "azw" ou “mobi”, esta pode ser efectuada através do envio do ficheiro PDF para a Amazon para um endereço personalizado (“nome”@free.kindle.com), gratuitamente ou através de uma conversão efectuada por nós próprios através do programa Calibre. Este programa permite, além disso, gerir de forma muito fácil a nossa biblioteca de ebooks, converter a partir de vários formatos e enviar os livros desejados para o Kindle através de um cabo USB.

Apresento aqui o exemplo do livro “Superfreakonomics”, que está disponível na web em formato PDF (http://www.4shared.com/file/WcDErnPq/Super_freakonomics.html).

Depois de convertido o ficheiro através do serviço gratuito da Amazon o mesmo é perfeitamente lido no Kindle, no formato “azw”. Pode fazer o download do ficheiro convertido aqui (http://www.4shared.com/document/5SGuZXgz/Super_freakonomics.html).

Pode fazer download do programa Kindle para Mac ou para PC mesmo sem ter o Kindle, aqui : Aplicações Kindle

Kindle Reading Apps

Devo dizer que o Kindle lê nativamente (sem necessidade de conversão) todos os ficheiros nos formatos “.azw”, “.mobi” e “.prc” (e PDF).

Em termos de dimensão dos ficheiros, os ficheiros azw ou mobi tendem a ser bastante mais pequenos que os PDF que estiveram na sua origem. Por exemplo no caso do livro apontado acima, o PDF tinha 1520 Kb e o ficheiro azw para leitura no Kindle tem 304 Kb.

De referir ainda que os ficheiros convertidos são ficheiros para leitura no Kindle que permitem alteração do tamanho da letra, pesquisa no dicionário, anotações, comentários, e leitura automatizada “text-to-speech”, no caso dos livros em inglês.

Quanto à aplicação “Kindle for PC” ou “Kindle for Mac”, a aplicação permite:

- Aceder aos livros comprados na Amazon tanto no Kindle como Mac ou PC.

- Ler os livros comprados na Amazon no Mac (ou PC) mesmo sem ter o Kindle consigo.

- O programa sincroniza automaticamente entre o Mac ou PC e o Kindle a última página lida e as anotações que tiver feito.

- Pode criar no Mac ou PC as marcas e ver as anotações feitas no Kindle
 
- Pode comprar de entre 480.000 livros disponíveis - mais de 500 livros já disponíveis em português (Portugal e Brasil). Os livros podem ser comprados no Mac (ou PC) ou no Kindle, é indiferente.

- Antes de comprar um livro pode importar um excerto do mesmo para ver se gosta do estilo e do conteúdo do livro.

- Os livros não comprados na Amazon podem ser “geridos”, adicionados e abertos através do programa Kindle for Mac ou PC mas não são “sincronizados” com o Kindle.

- O mesmo se pode dizer relativamente ao Kindle, ou seja, os livros não comprados na Amazon ou convertidos de outros formatos podem ser lidos, anotados, pesquisados, sublinhados e marcados no Kindle, apenas não são sincronizados com o Mac ou PC.

Espero ter ajudado.

"Bateria do Kindle não é preocupação" - comentário do leitor do blogue, Abel

Agradeço mais uma vez ao leitor deste blogue Abel, o seu comentário, neste caso sobre a bateria do Kindle, que publico em forma de "post":


"Eu tenho um trauma com baterias. Para mim, para além de durarem pouco tempo, tenho o "medo" constante do desgaste e consequente "vicio" da bateria que acontece ao longo dos ciclos de carregamento.
Mas com o Kindle, sinto-me totalmente seguro.
Tirando casos de defeito que nunca se podem prever, uma bateria normal deverá ser mais que suficiente para a vida de utilização do Kindle.
Eu costumo dar este exemplo para mostrar como a bateria do Kindle, em principio, nunca será um problema a curto prazo.
Vamos tomar que a vida de uma bateria são 500 ciclos, sendo um ciclo o tempo de descarga completa da bateria. A partir desses 500 ciclos a bateria começa a "viciar" e deixa de aguentar a capacidade inicial que deveria suportar.
Um telemovel novo. Com uma utilização mais ou menos frequente tem uma bateria que é carregada de dois em dois dias. Se a bateria tiver esses 500 ciclos de vida, o telemovel não deverá ter problemas de bateria durante 1000 dias (2 x 500) o que dá algo entre dois anos e meio e tres anos de utilização. 
Agora vamos supor, um Kindle, com alguma utilização e com um ciclo de 7 dias. Com uma bateria de 500 ciclos deverá aguentar 3500 dias ou seja, quase 10 anos.
Agora claro que a vida de uma bateria varia com varios factores. Um deles que é o "mortal" no caso dos telemoveis e portateis é o aquecimento da bateria que reduz os ciclos de carregamento. Mas no Kindle o aquecimento é totalmente ZERO. O Kindle simplesmente NÃO aquece. Pelo menos por ele só. Um telemovel ou portatil, se estivermos a mexer com ele, ele aquece devido ao processador a funcionar. O Kindle não.
Outro facto a ter em conta é que um Kindle pode aguentar mais que uma semana. Afirma-se que um Kindle pode durar 2 semanas com wireless desligado o que daria para o dobro do tempo referido acima. E depende muito do uso que lhe damos. Obvio que não se irá gastar a bateria do Kindle todas as semanas. Pode haver alturas em que dure um mês a gastar a bateria toda do Kindle. O que aumenta mais ainda a vida da bateria.
E mesmo que a bateria do Kindle não aguente 500 ciclos, mesmo que sejam só 100 ciclos, a carregar todas as semanas teriamos uma bateria que duraria 700 dias que seria dois anos e tal. (num telemovel a carregar de 2 em 2 dias seria meio ano +/-).
E por muito que gostemos dos nossos Kindles eles não vão durar para sempre. Mas o tempo que aguentam é incrivel e bastante duradouro.
Por isso, acho que a bateria do Kindle, é sem dúvida a menor das preocupações. Ela durará sem procupações bastantes anos até que comece a falhar. É bem provável que o Kindle seja substituido ou posto de lado antes da bateria começar a viciar. E isto tudo graças à sua fantastica autonomia que eu admiro.
A única maneira de um Kindle ter problemas de bateria a curto prazo (excluindo maus tratos) é se vier com algum defeito, o que, pelo que me apercebo, não tem acontecido.
Por isso, a bateria não é motivo de preocupação." 

Garantia do Kindle

Um leitor perguntou:
"2 - Garantia.
A lei que "obriga" a Apple a dar 2 anos de garantia não se aplica à Amazon, isto é, temos somente um ano? Em caso de avaria os portes ficam a cargo de quem?"


De facto, a legislação portuguesa (e a Directiva Comunitária que esta transpôs), impõe uma garantia de 2 anos para os produtos comercializados na UE.

No entanto, sendo comercializado, juridicamente, a partir dos EUA, a garantia do Kindle é de apenas um ano.

Por outro lado, os portes, em caso de avaria, têm de ser suportados pelo cliente.
São os riscos de comprar um produto directamente nos EUA...

A garantia da Amazon diz:

"We warrant the Device against defects in materials and workmanship under ordinary consumer use for one year from the date of original retail purchase. During this warranty period, if a defect arises in the Device, and you follow the instructions for returning the Device, we will, at our option, either (i) repair the Device using either new or refurbished parts, (ii) replace the Device with a new or refurbished Device, or (iii) refund the purchase price of the Device. This limited warranty applies to any repair, replacement part or replacement Device for the remainder of the original warranty period or for ninety days, whichever period is longer. All replaced parts and Devices for which a refund is given shall become our property."

Texto completo em:
http://www.amazon.com/gp/help/customer/display.html?nodeId=200144500

De qualquer forma, devo acrescentar que o apoio ao cliente da Amazon, apesar de por vezes ter um inglês ("made in India") difícil de entender (em caso de extrema dificuldade aconselho desligar e tentar de novo...) é bastante eficiente e atencioso. Há algum tempo atrás não recebi um jornal que tinha assinado no Kindle durante 2 dias e, após ligação para o apoio ao cliente (o facto da minha operadora de TV+Telefone permitir chamadas gratuitas para as redes fixas da Europa e EUA após as 9 da noite ajudou...) a Amazon ofereceu-me um valor promocional de 4 Euros para uma compra futura.

Telefone do Apoio ao cliente Amazon fora dos EUA:
1-206-266-0927.

A bateria do Kindle - Alguém tem problemas?

Vou iniciar neste post algumas respostas um leitor anónimo do blogue que está a ponderar a aquisição de um Kindle e que colocou algumas perguntas práticas interessantes. Comecemos por:

"1 - Bateria.
Consta que não é substituível e que, para tal, se torna necessário desembolsar 60$ e enviar o aparelho para a Amazon a fim de procederem à substituição. É um facto? Já alguém passou por isso?"

A minha experiência com a bateria é excelente, em termos de fiabilidade e capacidade. Como apenas consigo ler uma a duas horas no máximo, por volta de 6 dias por semana (em média), ligando a ligação wireless uma vez ou duas por dia e desligando em seguida, a bateria mantém-se cerca de 3 semanas sem necessitar de ser carregada. Após 6 meses de utilização não senti qualquer desgaste ou esgotamento anormal. A bateria funciona normalmente. Se a bateria deixar de carregar totalmente, de facto será necessário pagar os $60, de acordo com vários sites credíveis. Apesar de procurar um pouco na página da Amazon, confesso que não encontrei essa indicação explícita.

De qualquer forma a bateria não é substituível pelo utilizador, tendo mesmo de enviar o Kindle para a Amazon.

Se alguém já teve problemas com a bateria do Kindle agradeço desde já que nos deixe uma mensagem, indicando o que aconteceu e como resolveu o problema.