Livros MESMO Gratuitos na Amazon!

Hoje tenho uma grande novidade que acabei de descobrir na loja da Amazon.

Se pesquisarem na Kindle Store por livros (Link: Kindle books), ordenando a busca por preço, do mais barato para o mais caro (Sort by Price: Low to High) vão encontrar vários livros a 0 (Zero) Dólares!

Esta situação é uma novidade pois até aqui esses livros custavam 2,30$ USD e apenas eram realmente gratuitos para os clientes dos Estados Unidos (presume-se que devido aos custos de roaming para enviar os livros para os outros países).

Muitos livros ainda custam esses 2,30 USD mas muitos outros passaram a ser realmente gratuitos! Já os recebi no Kindle, já recebi a notificação da compra para o email e aí não há qualquer engano, é mesmo 0.00$ USD.

São naturalmente livros clássicos (em inglês, pelo que vi até agora), mas por um lado tendo em conta o interesse de muitos desses livros e por outro o princípio que a Amazon acaba de abrir "download de livros totalmente gratuitos para fora dos EUA" estamos perante uma excelente notícia.

8 comentários:

Dora disse...

Descobri hoje este seu blog e queria agradecer toda a informação que aqui disponibiliza e que me permitiu esclarecer algumas dúvidas que tinha em relação ao Kindle e à sua utilização em Portugal. Estou encantada e a pensar seriamente adquirir um :)
Continue o bom trabalho!

José Bernardes disse...

Cara Dora,
Muito obrigado pelas suas palavras.
A si, e a todos os outros leitores ou potenciais leitores no Kindle sugiro uma visita ao site 4shared.com onde irão encontrar muitas surpresas.
Boas leituras.

Phronesis disse...

Olá.
Parece-me que em boa hora vim parar ao seu blog! Estou muito interessado em comprar um Kindle (2, de 6''), mas também hesitante. As razões do interesse são previsíveis: a qualidade e conforto do visor, a facilidade de manipulação/ navegação, a aquisição rápida de livros da Amazon já disponíveis para Kindle (apesar de a oferta ainda ter algumas lacunas e não se comparar com a oferta em papel), a duração da bateria (segundo um ou outro testemunho que li)...
Quanto às razões da hesitação, dúvidas (poucas - e talvez um bocado parolas - mas que refreiam o entusiasmo). Por exemplo: - é possível emprestar um livro comprado (descarregado) da Kindle Store a quem tenha outro Kindle (julgo que não; se for outro dispositivo de leitura, decerto que não)? Se suporta PDF, porque é que, na apresentação, ao enumerar características (no site da Amazon), se diz que os documentos pessoais (em PDF) são 'convertidos' pelo Kindle? Quer dizer que não é assim tão fácil pôr no Kindle os livros que eu já tenha - comprados ou não?
Visto que já tem a experiência de leitura com o Kindle, é mesmo verdade que se lê em qualquer lado (quer dizer, com a mesma iluminação que é necessária para um livro em papel)?
Agradeço quaisquer esclarecimentos.

Paulo Lopes

Phronesis disse...

Uma correcção: estive há pouco no Amazon.com e não encontrei aquilo referi ("Se suporta PDF, porque é que, na apresentação, ao enumerar características (no site da Amazon), se diz que os documentos pessoais (em PDF) são 'convertidos' pelo Kindle?"); converter um documento PDF para AZW é uma opção. Mas penso que a minha confusão resulta do seguinte: diz-se (na secção "Files Kindle Recognizes")que se pode enviar documentos em PDF do nosso computador para o Kindle via USB, sem mais ("drag and drop PDF files from your computer to your Kindle (when connected via USB)"), mas, por outro lado, só lista 3 tipos de ficheiros que o Kindle reconhece, quando é ligado a um computador ("When your Kindle is connected to a computer and mounted as a USB drive, you will see three default directories or folders. Here's a list of the directories and the file types recognized by Kindle:Documents: Kindle (.AZW, .AZW1). Text (.TXT), Unprotected Mobipocket (.MOBI, .PRC)
Audible: Audible (.AA, .AAX)
Music: MP3 (.MP3)"), listando a seguir os formatos que se podem enviar via Whispernet para o nosso endereço de e-mail Kindle.
Peço desculpa pela extensão destas observações, tanto mais que a resposta às minhas dúvidas e confusões deve estar no arquivo doblog.

Paulo Lopes

José Bernardes disse...

Caro Paulo Lopes,
Muito obrigado pela sua mensagem.

Tentando responder às suas dúvidas:
1. Não é possível, pelo menos para já, emprestar livros adquiridos na Kindle store a outros proprietários de Kindle. É possível sim, partilhar os seus livros comprados na Amazon entre 6 dispositivos registados na sua própria conta. Entre estes contam-se outros Kindles: por exemplo, pode comprar um segundo Kindle para um familiar seu e partilhar os livros entre os dois dispositivos. Além disso, pode ler (e sincronizar o avanço da leitura e as notas tomadas) esses mesmos livros no seu PC, onde quer que esteja, e ainda no iPhone, através de aplicação própria, gratuita.
2. O Kindle 2 suporta, desde a última actualização de software, a leitura de ficheiros PDF sem conversão. No entanto, não permite qualquer tipo de zoom, pelo que é pouco confortável a leitura de PDFs no Kindle 2 (6 polegadas), devendo ser feita com o aparelho "deitado" (modo paisagem). No entanto, como já disse neste blogue, através do programa Calibre ou do envio e recepção gratuitos de/para Amazon, podemos converter esses PDFs para um formato que permite uma leitura confortável no K2, com aumento do tipo de letra, etc.
No caso do Kindle DX, que não possuo, aquilo que tenho visto e lido é que é o ideal para leitura de PDFs, tendo em conta as dimensões do ecrã. Sendo menos portátil, é mais adequado para quem deseja ler manuais escolares, livros técnicos, conteúdos altamente gráficos ou PDFs sem conversão.
Resumindo, é fácil por no Kindle os livros que já tem.
3. Experiência de leitura. É mesmo verdade que se lê em qualquer lado! Quanto mais luz melhor. Se estiver numa sala pouco iluminada tem tantas dificuldade em ler como num livro "normal", mas a vantagem de poder aumentar o tamanho da letra, evitando igualmente o eventual cansaço do final do dia. Ao ar livre ou na praia (já experimentei) tem-se a melhor experiência de leitura com o Kindle. Como também já escrevi neste blogue, rapidamente nos esquecemos que estamos com um aparelho electrónico nas mãos e instintivamente deitamos a mão ao canto superior direito do Kindle, para "passar a página"; ainda esta noite isso me aconteceu :-)
Espero ter ajudado. Cumprimentos e boas leituras

José Bernardes

Phronesis disse...

Muito obrigado pelos esclarecimentos (que foram úteis)! Uma boa notícia: a sua confirmação do conforto de leitura ao ar livre.
Entretanto, estive no site 4shared.com (que mencionou aqui numa resposta) e fiquei muito impressionado com a facilidade com que encontrei (e pude descarregar) um livro de um autor que nem sequer está traduzido em Portugal (John Barth).

De qualquer modo, tenho vontade de continuar a seguir o seu blog. Boas leituras!

Paulo Lopes

António Carlos Matos disse...

Parabéns pelo blog!
E por falar de sites com ebooks, permitam-me sugerir uma autêntica "arca do tesouro". Está em www.truly-free.org.
Abraço!

José Bernardes disse...

Caro António Matos,

Muito obrigado pelo comentário e pela excelente dica!
Um abraço
José Bernardes

Enviar um comentário